dendrites.io

O que é: Técnicas de Amostragem

O que é: Técnicas de Amostragem

A amostragem é uma técnica amplamente utilizada em pesquisas e estudos estatísticos, que consiste em selecionar uma parte representativa de uma população maior para análise. As técnicas de amostragem são utilizadas quando é inviável ou impraticável coletar dados de toda a população, seja por questões de tempo, custo ou logística.

Amostragem Aleatória Simples

A amostragem aleatória simples é uma das técnicas mais básicas e comuns de amostragem. Nesse método, cada elemento da população tem a mesma probabilidade de ser selecionado para a amostra. Para realizar uma amostragem aleatória simples, é necessário ter uma lista completa de todos os elementos da população e utilizar algum método de seleção aleatória, como sorteio.

Amostragem Estratificada

A amostragem estratificada é uma técnica que divide a população em grupos homogêneos chamados estratos e seleciona uma amostra de cada estrato. Essa técnica é utilizada quando a população apresenta heterogeneidade e é importante garantir que cada estrato esteja representado na amostra. A seleção dos elementos dentro de cada estrato pode ser feita de forma aleatória ou proporcional à sua representatividade na população.

Amostragem por Conglomerados

A amostragem por conglomerados é uma técnica que divide a população em grupos chamados conglomerados e seleciona alguns conglomerados para compor a amostra. Diferentemente da amostragem estratificada, onde todos os elementos de cada estrato são selecionados, na amostragem por conglomerados apenas alguns conglomerados são selecionados e todos os elementos dentro desses conglomerados são incluídos na amostra.

Amostragem Sistemática

A amostragem sistemática é uma técnica que seleciona elementos da população de forma sistemática, seguindo um padrão pré-determinado. Por exemplo, pode-se selecionar um elemento a cada dez elementos da população. Essa técnica é útil quando a população está organizada em uma ordem específica, como uma lista ou uma sequência temporal.

Amostragem por Cotas

A amostragem por cotas é uma técnica utilizada quando se deseja garantir a representatividade de certos grupos na amostra, como por exemplo, a proporção de homens e mulheres ou a distribuição por faixa etária. Nesse método, os entrevistadores são instruídos a selecionar um número pré-determinado de indivíduos de cada grupo, de acordo com as cotas estabelecidas.

Amostragem por Conveniência

A amostragem por conveniência é uma técnica que seleciona elementos da população com base na disponibilidade e conveniência do pesquisador. Essa técnica é comumente utilizada em pesquisas de opinião ou estudos exploratórios, onde o objetivo principal é obter informações de forma rápida e prática, sem se preocupar com a representatividade da amostra.

Amostragem por Bola de Neve

A amostragem por bola de neve é uma técnica utilizada quando a população de interesse é difícil de ser acessada diretamente. Nesse método, os participantes iniciais são selecionados com base em critérios específicos e, em seguida, são solicitados a indicar outros participantes que também atendam aos critérios estabelecidos. Essa técnica é comumente utilizada em estudos qualitativos ou em populações específicas, como usuários de drogas ou pessoas em situação de vulnerabilidade.

Amostragem por Amostragem

A amostragem por amostragem é uma técnica utilizada quando a população é muito grande e não é possível realizar uma amostragem direta. Nesse método, uma amostra é selecionada a partir de uma subpopulação menor e, em seguida, outra amostra é selecionada a partir dessa primeira amostra. Esse processo é repetido até que se obtenha uma amostra final que seja representativa da população de interesse.

Amostragem por Probabilidade

A amostragem por probabilidade é uma técnica que utiliza a teoria das probabilidades para selecionar elementos da população de forma aleatória e representativa. Essa técnica é amplamente utilizada em pesquisas científicas e estudos estatísticos, pois permite que sejam feitas inferências sobre a população com base na amostra selecionada.

Amostragem Não Probabilística

A amostragem não probabilística é uma técnica que não utiliza a teoria das probabilidades para selecionar elementos da população. Nesse método, os elementos são selecionados de forma não aleatória, com base na conveniência, julgamento do pesquisador ou critérios específicos. Essa técnica é comumente utilizada em pesquisas exploratórias ou em situações em que a representatividade da amostra não é o principal objetivo.

Amostragem por Amostragem Estratificada

A amostragem por amostragem estratificada é uma técnica que combina os princípios da amostragem estratificada e da amostragem por amostragem. Nesse método, a população é dividida em estratos e, em seguida, uma amostra é selecionada de cada estrato. Em seguida, uma nova amostra é selecionada a partir das amostras de cada estrato, seguindo os mesmos princípios da amostragem estratificada. Esse processo é repetido até que se obtenha uma amostra final que seja representativa da população de interesse.

Amostragem por Amostragem por Conglomerados

A amostragem por amostragem por conglomerados é uma técnica que combina os princípios da amostragem por conglomerados e da amostragem por amostragem. Nesse método, a população é dividida em conglomerados e, em seguida, alguns conglomerados são selecionados para compor a amostra. Dentro de cada conglomerado selecionado, uma nova amostra é selecionada seguindo os princípios da amostragem por amostragem. Esse processo é repetido até que se obtenha uma amostra final que seja representativa da população de interesse.

CONHEÇA

A primeira plataforma com inteligência artificial para profissionais das áreas de relações com investidores e mercado financeiro do mundo